No Ring você marcou ponto, aqui não.

Olá, número cinco. É provável que você nunca lerá essa carta, assim como todos os outros rapazes. Você apareceu um pouco depois de eu decidir que a minha história com o número quatro havia acabado. Após de eu afirmar que não queria mais alguém por um bom tempo na minha vida. Instantes depois de eu dizer que eu seria apenas minha. Mas, você tinha que ter os olhos e um sorriso tão bonito?

Você me cutucou no facebook, achei bem engraçado, eu pensava que ninguém mais usava essa tática. Nos primeiros minutos de conversa, eu ri feito boba, obrigada por isso. Fazia dias que eu não gargalhava. Por um instante eu cheguei acreditar que você era legal, ou talvez até um pouco diferente dos outros caras que falaram comigo semanas passadas. Mas, antes que chegasse ao fim, você me mostrou o porquê de ter realmente vindo conversar comigo.

Quando você me fez rir, eu não imaginava que ia logo soltar um: ” Entre quatro paredes eu posso te ensinar o que quiser”. Eu te cortei e obviamente não foi muito algo que te agradou, mas sinceramente eu não me importo. Estou um pouco cansada de caras como você, caras que veem minhas fotos e não se esforçam para ver além de um rosto bonito ou um ”corpão”. É só que por favor  não me chame de amor, se você apenas me deseja. Não diga coisas bonitas com o intuito de que eu fique, seu papo é tão furado quanto o dos outros. Eu não sei o que te faz pensar que eu adoraria ouvir o que você quer fazer comigo entre quatro paredes.

Por acaso, é a minha foto? É o meu cabelo afro e ”exótico” ? É a minha pele da cor do pecado? O meu corpo violão? O que é? Sou eu ou a tua falta de bom senso? Eu não tenho intimidade contigo, nem com os outros caras. Então por que diabos vocês agem assim? Você me pegou em um dia nada bem e talvez eu esteja exagerando e no fundo você seja legal, mas há uma grande parcela de chance de ser apenas mais um. Afinal de contas, se fosse mesmo especial eu te daria um nome e não um número.

XOXO, Kakau.

Para de perder tempo com quem não te quer!

Oi, tudo bem? Se você clicou nesse texto é provável que não esteja tão bem assim. Acertei? Mas vem cá, fica comigo aqui e desabafa também. Eu me pergunto diversas vezes o porquê de não dar certo no amor, o porquê dos caras passarem pela minha vida como um flash ou simplesmente não permanecerem como prometem. E advinha qual é a resposta!? Isso mesmo, nenhuma! Porque eu nunca vou conseguir entender a mente masculina, por mais que eu tente, de verdade.  Sabe, algumas vezes eu achava que o problema estava comigo, que eu devia mudar alguma coisa ou sei lá, sabe aquela estranha sensação de culpa por alguém ter ido embora? Então.

Nós não deveríamos nos sentir assim. Por questões de segundos, alguém entra na sua vida, bagunça tudo, quebra os conceitos,  te faz sentir especial e por menor que seja a chance, você acaba acreditando que pode dar certo. Mas aí, essa pessoa vai embora, sem mais nem menos. Assim, do nada. Como se não tivesse acontecido nada, isso é uma puta de uma covardia( e olha que eu nem sou muito de xingar). Você se revira na cama, perde o sono, checa o celular, espera aquela ligação, se pergunta onde  está aquela pessoa que ontem mesmo, fez borboletas voarem pelo seu estomago? É nessa hora, nessa maldita hora, que você começa a reler todas as conversas, tentando achar onde você errou. É mais fácil né?

      É bem mais fácil se culpar, do que acreditar que a pessoa foi embora porque não te quis mais. Que ela perdeu o interesse, que não vai ter mais mensagem de ”bom dia, amor”, ou que não vai sentir mais aquela pele sobre a sua, aquela maldita boca que te devora por inteiro ou a companhia de alguém que estava ali. Eu confesso que no último perdido que ganhei, eu pesquisei várias coisas. ” Por que ele sumiu? O que isso quer dizer? Ele queria só meu corpo? Haha” Eu li tanta coisa, que me sinto até idiota. Sabe, tudo bem não está afim, tudo bem você querer só diversão, desde que você deixe claro e não brinque com a mente de outras pessoas.

E você que está aí lendo, em prantos ou revolts pela pessoa ter ido. Não chora não, agradece meu amor. Porque a vida te livrou de mais uma cilada, de mais uma pessoa que só queria uma noite e nada mais. Sabe, você tem um futuro pela frente, uma vida a ser trilada e ela não pode parar porque alguém foi idiota contigo e te machucou. Você é uma pessoa incrível, maravilhosa e não precisa se trancar para o mundo. Quando eu estava um pouco bolada porque um garoto me deu um belo de um perdido, que no caso serviu como inspiração para esse texto. Meus alunos, me olharam e falaram: ”Tia você namora? Deve ter um monte de cara na sua cola!” E foi então que me dei conta de que eles estavam certos, havia outros caras. E eu não deveria perder tempo com quem não se importava.

É isso que eu tenho para te dizer, deixa ir. Eu sei que dói, mas há outras pessoas. Esse mundo é tão grande e vasto, não vale a pena perder tempo chorando, ou se torturando pensando em alguém que se foi, em alguém que não teve nem a coragem de dizer: ” Eu não to mais afim.” Você não precisa se modificar para que o outro te aceite, não precisa engolir sapos para que a pessoa fique. Um dia, alguém, dentro do ônibus ou na escada da faculdade vai te fazer entender o porque de não ter dado certo com outros antes. E essas pessoas que pouco se importam, serão só mais umas que passaram, tiveram a oportunidade e deixaram ela ir. Antes de tudo, saiba que amor próprio é o melhor remédio.  E que se você se amar de verdade, vai querer o melhor para você. Seja para uma noite ou para uma vida toda, você vai saber escolher.

“Nem sempre você precisa ser aquilo que eles querem que você seja.”

XOXO, Kakau

Pra você era só um (Ele), para ele só mais uma (Todas).

É engraçado como em poucos minutos de conversa a gente se entrega. Como um piscar de olhos, uma mordida no lábio inferior pode derreter o gelo. Não entendo como um toque suave, dedos entrelaçados por segundos podem acender uma chama dentro de nós. É sempre assim, na maioria das vezes prometemos que dessa vez é diferente. Que ele é diferente.  ”As palavras dele são verdadeiras, seu beijo é de quem está apaixonado, ele me entende, não é como os outros garotos que passaram pela minha vida. Ele não vai me quebrar, pelo contrário, ele até me faz sorrir antes de ir dormir.” Mas a verdade, é que nada é diferente.

Ele vai te machucar às vezes, vai te fazer sentir insegura e imatura também. Ele vai te levar para o mar, mas sem te mostrar a terra firme. Vai te fazer ir dormir pensando nele, vai te fazer ficar pendurada no telefone, esperando alguma ligação ou mensagem. Mas a verdade é que ele não vai te ligar, nem ao menos mandar uma mensagem de texto escrita: ”Hey, eu largaria todas por você.” Porque no fundo, você sabe que  ele nunca te pertenceu. E você sempre se pergunta: ”Por que eu acreditei dessa vez? Eu deveria estar intacta, não é? Já aconteceu antes.” Mas a cena se repete outra vez e você continua se perguntando o porquê dele não ter ficado.

Eu não sei explicar o porquê da gente acreditar e se entregar tão facilmente. Talvez seja a ideia de ter alguém do lado, a vida parece ser tão mais fácil a dois, não é? Mesmo com as partes ruins. Você pergunta o que há de errado consigo mesma, será que é o seu grude? Seu humor? Será que foi por que demonstrou sentir algo? Você não deve se culpar. Nem ser outra pessoa. A gente tem que começar a aceitar que poucas pessoas ficarão na nossa vida e que alguns caras, são só mais um, assim como você foi para ele. Nós nunca seremos intactas, porque o amor não é uma pedra. Então por favor, se permita sentir, cometer algumas loucuras e um dia você vai rir junto das suas amigas. Um dia, você só irá sorrir e deixar ir, sem dor ou ressentimento.

XOXO, Kakau.

Eu já namorei a distância?

Oi Divas e divos, tudo bem com vocês? Muita gente me faz essa pergunta: ” Kakau, o que você acha de namoro a distância?” Então hoje, vou abrir o jogo e falar da minha experiência sobre o assunto. Primeiramente, fora Temer. Agora é sério, tudo começou em 2013, quando eu criei o tumblr! Deu até saudades dessa época, o tumblr, é uma rede social, tipo um blog sabe? Nele a gente podia ser quem quiséssemos, e sermos a cima de tudo, nós mesmos. Sem julgamentos, era costume dos usuários compartilhar  o sentimento do outro.

E foi através do tumblr que eu conheci um boy magia. Nós ficamos amigos, eu lembro que ele namorava, então fiquei quieta no meu canto. Depois de um tempo, ele terminou com essa garota, por motivos, não sei quais! E foi aí que tudo começou de verdade, a gente passou a se olhar com outros olhos e vimos que daríamos certo. A verdade, é que eu precisava era de um óculos, porque eu não quero isso nunca mais na minha vida! Haha, mas não me arrependo. A gente começou a se gostar para valer e ele me pediu em namoro, eu aceitei? Não, porque sou dessas. Naquele momento, as coisas estavam complicadas, e minha mãe não apoiou muito, ainda mais que o jornal só mostrava casos terríveis de garotas que morriam ou eram estupradas por causa de namoro a distância.

Mas a gente meio que namorou e não namorou, nem eu entendo o que foi aquilo. Ele era ariano, eu libriana. Pelo zodíaco, era para dar certo, mas não deu. Senta e chora bennheeê! Você namorar com alguém que nunca viu, é bem estranho, pensando hoje em dia. Mas eu era louca. Foi uma experiência que me fez amadurecer muito e não me arrependo nem um pouco. Sabe, muitos dirão que namoro a distância não existe, que não presta, entre diversas outras coisas. Parte disso está certo, posso te dar um conselho? Conheça bem a pessoa com quem você está se relacionando. Eu já quebrei a cara algumas vezes, não com esse boy, mas com outros. Já caí em papo de perfil fake altas vezes. Segundo conselho: Namore apenas se você se sentir segura e houver confiança mútua. Porque ninguém merece ficar matutando a cabeça o dia todo pensando no que ele está fazendo, com quem está e blá blá blá. Terceiro conselho: Jamais deixe de ser feliz porque terceiros dizem que não vale a pena. Foi uma época boa da minha vida, eu sou muito desgarrada e namorar a distância foi bom.  Mas realmente, a chance de dar  certo, é 0,1%. Você quem decide se vale mesmo a pena ou não seguir em frente com isso.

Atualmente, eu não converso com esse garoto. Mas a vida me mostrou que nada acontece por acaso, e enquanto a gente vivia sabe lá o quê, eu cresci bastante! Então, é isso. Eu não sei o que escrever, porque são 04:57 e estou mortinha de cansada. Haha, o que vocês acham de relacionamento a distância? Topariam? Já tiveram? Me contem tudo! E estou aceitando sugestões para posts, um beijão da Cacheada de vocês!

                                                                 XOXO, Kakau.

Texto da leitora

”Levantar, para recomeçar”

Com certeza você já se pegou nessa situação: -Não vou conseguir! Não vou suportar! Por que não é diferente comigo ?! Eu já! E conheço muitos a minha volta que também. Ás vezes temos o egoísmo de afirmar a nós mesmo que só nós passamos por isso, que ninguém é capaz de nos compreender e que a nossa dor é maior. De fato é! Mas porquê? Porque no momento de “dor” somos capazes de ser egoístas e esquecemos o quanto há pessoas a nossa volta que sofre igual ou até mais que nós mesmos.

Existe um dito popular que diz “que devemos matar um leão por dia”, o dito se refere a nossa luta cotidiana, e o quanto nos deparamos com lutas/leões que pensamos que são impossíveis de matar. Há também uma lenda que fala sobre o Lobo bom e o Lobo mal, e a pergunta é: – Que Lobo vence? E a resposta somos nós que temos que responder: – Que Lobo temos alimentado? No momento de dor tendemos a alimentar o Lobo mal. O lobo da angustia, da falta de esperanças, da tristeza, da culpa, do medo e até mesmo o Lobo do EGO. Quem nunca disse a si mesmo: Vou cuidar só de mim e que se lasque o resto? Ham, ham??? Nessas horas, nos cegamos e esquecemos o outro Lobo que existe dentro de nós, O Lobo bom! O Lobo da alegria, da perseverança, da fé, da coragem, da alta-estima, o Lobo do AMOR. O Lobo que sabe que mesmo passando por toda a tempestade há algo que pode acreditar, que pode se apegar. O Lobo que sabe encontrar forças no vale. O Lobo que sabe sobreviver e acreditar, que sabe levantar para recomeçar!

Psiu! Ei, você ai! Éh! É você mesmo! Quantos leões tem matado? Que Lobo você tem alimentado? Te convido a fazer uma reflexão de sua vida nesse momento e te convido ainda a ver quantas vezes você teve a oportunidade de mudar muitas coisas e reescrever a sua história de modo diferente e não fez e até mesmo começou a rescrever, mas abandonou o caderninho na metade do caminho. A chave para sua conquista está com você, somente com você! Deus nos deu algo valioso chamado LIVRE ARBÍTRIO, e fazemos com ele o que julgamos ser melhor. Ele até quer nos ajudar, mas não vai fazer isso enquanto você não o permitir… Há também pessoas a sua volta disposta a estender a mão, a caminhar contigo, a te ajudar reescrever o seu caderninho chamado VIDA. Mas no final de tudo, só você poderá decidir se quer levantar e recomeçar ou não.

14112002_1266961553338413_1704784220_n

https://www.youtube.com/watch?v=zuq6qA36aUk ( escute essa música)

             Andressa V.

Isa e Pedro

Quando levantei a cabeça reparei que seus olhos cor de mel me fitavam, ou melhor dizendo, me devoravam. Assim que meus olhos cruzaram com os dele, percebi na emboscada que havia me metido. Mas já era tarde, ele me envolveu em um abraço, enquanto sussurrava em minha orelha um: ” você está bonita hoje, aposto que esses caras estão afim de te levar para outro lugar”- Só então me dei conta de que uns homens altos e atraentes olhavam na minha direção.

-Você não gosta disso, não é? – retruquei me soltando daquele longo abraço,mas desejando ficar ali para sempre.

– Dos caras te comendo com os olhos? Não, eu não gosto- notei o desconforto em sua voz enquanto seu olhar se desviava de mim.

– Ciúmes? Que bonitinho.

-Ha ha ha, dá para a gente entrar nessa maldita festa junina?

–  Alguém acordou mau-humorado hoje ou foram só os caras que te deixaram assim?

– Isa, você sabe que eu odeio festa junina.- ele respondeu enquanto entrávamos na festa.

– Então veio por mim?

-Não, eu vim porque ganha ponto estar nessa festa sem graça de colegial.- Eu o olhei com uma expressão de ” conta outra”.- Ok, e por você.- Não pudi conter um breve sorriso, mas eu estava decidida a não criar expectativas naquela noite. Naquele momento eu sentia que ficaríamos juntos, mas a ideia de o encontrar no dia seguinte me assombrava. Com o Pedro era assim, eu nunca sabia se seria a única, se nossos lábios ainda se selariam no outro dia ou se eu teria que esquecer e fingir que nada acontia entre nós. – Isabela, pamonha ou pipoca?- a voz dele me trouxe de volta dos meus pensamentos.

-Do que você está falando?

-Caramba, não ouviu nada do que eu disse? O que você tanto pensava?

-Nada.

-Enfim, você quer pamonha ou pipoca?

-Suco- ele gargalhou- O que foi? Qual a graça?

-Só você para pedir suco sendo que tem uma variedade de comida por aqui.- disse olhando em volta.- Não entendo qual é desses vestidos bregas.

-Parar de matar aula de história e geografia te ajudaria a entender melhor.- provoquei levantando a sobrancelha.

-Muito engraçado nerd. Então você usaria esses vestidos?

-Você sabe que não, é a coisa mais cafona do mundo.

– Mas você ficaria bonitinha Isabela.

-Não enche Pê- disse, me virando de costas e seguindo caminho.

– Onde vai? – senti sua mão firme em meu pulso.

-Ver se eu encontro a barraca do beijo.

– Isa, você não precisa de barraca do beijo, não mesmo.

– Ah não? Por que não?- me virei para ele e reparei que seus olhos transmitiam fogo.

-Você não vai beijar esses caras horríveis.

-Mas até que eles são bonitinhos e o grêmio estudantil precisa de dinheiro.

-Você nem faz parte do grêmio. Por que se candidatou para ficar nessa maldita barraca?

-O presidente do grêmio é meu melhor amigo, ele precisava de ajuda. – eu tentava explicar enquanto caminhava em direção a barraca do beijo.

-Isabela,por favor,não.

-Por que não Pedro?

-Porque eu não quero.

-Desde quando você manda em mim?- levantei um pouco a voz, eu não acreditava que ele queria mandar em mim.- Eu não sou sua boneca Pedro.

-Isabela não foi isso que eu quis dizer, eu me expressei mal.

-Então o que quis dizer?

-Eu quis dizer que não quero, porque eu não aguentaria te ver beijar uns trinta caras essa noite.

– Então está dizendo que não posso beijar quantos eu quiser?

-Não, não é isso- comecei a dar passos largos- Espera, o que eu estou tentando dizer é que…

-É que? Anda Pedro, me dê um motivo para não beijar uns trinta caras essa noite.- eu notei que ele respirava fundo enquanto caminhava até mim.

-Você quer um motivo Isabela?- sentia suas mãos fortes me segurando pela cintura, nossa respiração ficou acelerada e quando me dei conta nossos lábios estavam selados. Nossa língua se encontravam enquanto caíamos numa sintonia perfeita, minhas mãos passeavam pelos seus cabelos conforme nossas cabeças se mexiam como se dançassem.

-Não Pedro, não, eu prometi que não cairia no seu jogo.-o afastei.

– Não é um jogo.Eu gosto mesmo de você.

-Você só tem dezessete anos, como sabe se gosta mesmo de mim?

-Eu sei que não se pode ser sério aos dezessete anos, mas eu estou falando sério, eu gosto mesmo de você.

-Você acabou de citar um poeta francês?- o fitei.

-É isso que tem a me dizer?- perguntou com uma voz chateada.

-Não, eu também gosto de você, é só que pensei que não sabia ler.- eu sorri, me aproximando dele, eu o abracei e foi a minha vez de sussurrar próximo a sua orelha:- Eu não me candidatei para a barraca do beijo, só queria ver sua reação.

-Você ainda vai me enlouquecer.

-Você não perde por esperar- ele sorriu e ficou me olhando.

-Isabela, eu não sei quanto tempo vamos durar, mas a única certeza que tenho agora, é que você é a mulher da minha vida.- não pudi me conter, e o beijei novamente na frente de todos.

-Me dê batata-frita e serei para sempre sua- ele riu.

-Não tem como te levar a sério Isa, eu me declaro e você só pensa em comer.

-É que eu gosto muito mesmo de batata-frita e de você.

                                                                       XOXO,Cacheada.

Novidade: Espaço do leitor

Oi divos e divas, tudo bem com vocês? Hoje eu trouxe uma super novidade! Então, alguns meses atrás eu estava pensando em ter um espaço de vocês aqui no blog. Porque eu acho importante ter uma interação maior com vocês e conhecer um pouco mais cada um. Eu vou explicar como vai funcionar. Vocês sabem que meu blog é divido em categorias, que são elas: lifestyle, beleza, moda, look e outros. Então vocês poderão compartilhar algum conhecimento relacionado a essas categorias. O mais livre é a categoria ”outros” que está ligada a qualquer assunto, seja bulimia ou anime,por exemplo, vocês escolhem.

Não é válido posts que são preconceituosos, homofóbicos, racistas ou qualquer post que venha ferir outras pessoas diferentes de você.

Haverá premiação para os posts mais acessados, comentados e curtidos. Ainda não há uma data determinada para essas premiações.

Como participar: Me envie um e-mail com o assunto relacionado a alguma categoria. Ex: look do dia. ( então você me manda fotos do seu look do dia, e eu posto). Meu e-mail é: kauanytassylla@gmail.com

 XOXO,Cacheada.